quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Marxismo e Ideologia de Gênero

Para o marxismo, a “diferença” é sinônimo de “hierarquia”, e por isso os ideólogos marxistas culturais não conseguem perceber o conjunto composto pelo binómio “igualdade e diferença” que existe entre o homem e a mulher.
A ideologia de gênero decorre desse embotamento míope marxista que concebe a “igualdade” como uma uniformização de funções e de responsabilidades em todos os domínios da vida em sociedade.

Ninguém pode ser chamado de "Historiador", se não leu pelo menos uns 1.000 livros (inclusive toda a Bíblia), tendo as obras de Christopher Dawson inclusas...

Ninguém pode ser chamado de "Historiador", se não leu pelo menos uns 1.000 livros (inclusive toda a Bíblia), tendo as obras de Christopher Dawson inclusas, uns dos maiores historiadores da cultura e filósofo da cultura, professor na Univers...idade de Harvard. Leitura obrigatória: 1). Dinâmicas da História do Mundo e 2). Progresso e Religião: Uma investigação histórica - Christopher Dawson - Editora É Realizações. Luis Cavalcante - http://historiareformacional.blogspot.com/

sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

O marxismo cultural e a destruição da mulher. Recuperando a dignidade feminina!

O marxismo cultural e a destruição da mulher. Recuperando a dignidade feminina!

Clique no link abaixo para acessar o programa radiofônico:
http://mulherreformada.blogspot.com.br/2014/01/radio-vox-o-marxismo-cultural-e.html

Marta Suplicy, a petista-socialista-liberal-marxista-comunista-gayzista, ministra do Governo Dilma e Senadora por São Paulo é condenada e têm direitos políticos cassados por três anos.

Marta Suplicy, a petista-socialista-liberal-marxista-comunista-gayzista, ministra do Governo Dilma e Senadora por São Paulo é condenada e têm direitos políticos cassados por três anos.

Clique no link abaixo para acessar a matéria:
http://corrupcaojuridica.blogspot.com.br/2014/01/marta-suplicy-petista-socialista.html

quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

(Áudio) - 87º Podcast do Mises Brasil - Ricardo da Costa (Ago 2013) - Historiador, mestre e doutor com dois pós-doutorados em História Medieval e Filosofia, professor da Universidade

(Áudio) -  Sou fã do professor Ricardo da Costa - Historiador, mestre e doutor com dois pós-doutorados em História Medieval e Filosofia, professor da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Prof. Luis Cavalcante


Publicado em 30/08/2013
          
Historiador, mestre e doutor com dois pós-doutorados em História Medieval e Filosofia, professor da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) e um dos principais medievalistas do país, Ricardo da Costa foge ao padrão caricato do docente de esquerda, marxista ou não, que atua em sala de aula como o intelectual orgânico para formar militância - e não ensina a disciplina. Pelo contrário, ao não seguir a cartilha esquerdista e exigir que os alunos leiam e estudem, conquistou antipatias. "Você é mal visto, os professores detratam às escondidas, os alunos passam a te olhar de modo desconfiado e hostil a qualquer interpretação não materialista da história. E os alunos, com as raríssimas e honrosas exceções, não leem nada. Muitos se formam sem ter lido um único livro sequer. E não recebem bem quando um professor cobra leitura. Não há um amor pela leitura".

Embora tenha relatado sua experiência como professor, o ponto central desta entrevista ao Podcast do IMB foi a Idade Média, sua especialidade e, mais especificamente, a concepção de liberdade individual e comercial nesse período tão importante e vilipendiado da História. Acerca da questão econômica e social nos séculos XI e XII, Ricardo proferiu em março deste ano uma ótima palestra disponível aqui e aqui.

Ricardo também explicou qual a forma e dimensão da intervenção do poder político medieval na Economia, a concepção da Igreja, o papel do empreendedor e o que o conhecimento desse período pode nos ensinar sobre as liberdades individuais e econômicas para não incorrermos nos mesmos erros do passado.


terça-feira, 14 de janeiro de 2014

Atenção Economistas: Leitura Obrigatória - "A Teoria da Exploração do Socialismo-Comunismo" por Eugen von Böhm-Bawerk

Atenção Economistas: Leitura Obrigatória - "A Teoria da Exploração do Socialismo-Comunismo" por Eugen von Böhm-Bawerk 

Clique no link abaixo para acessar maiores informações:
http://economiareformacional.blogspot.com.br/2014/01/atencao-economistas-leitura-obrigatoria.html

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

O socialismo do PSOL começou em Itaocara. E a cidade mergulhou no caos! (Não seja idiota)

O socialismo do PSOL começou em Itaocara. E a cidade mergulhou no caos! (Não seja idiota)

Clique no link abaixo para acessar a triste reportagem da maldição do socialismo:
http://mentalidadeesquerdista.blogspot.com.br/2014/01/o-socialismo-do-psol-comecou-em.html

sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

Mulheres sem pedigree - A ideologia feminista é a principal forma de discriminação e opressão à mulher moderna

Mulheres sem pedigree - A ideologia feminista é a principal forma de discriminação e opressão à mulher moderna

Clique no link abaixo para acessar a matéria:
http://mentalidadeesquerdista.blogspot.com.br/2014/01/mulheres-sem-pedigree-ideologia.html

quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

(Rádio Vox) - Opinião Vox - Teledramaturgia brasileira - 04/12/2013

(Rádio Vox) - Opinião Vox - Teledramaturgia brasileira - 04/12/2013


Livro: História Concisa da Revolução Russa - a política soviética de sufocar etnias, nacionalidades e combater religiões pelo Professor de História de Harvard e especialista em União Soviética e Leste europeu, Richard Pipes.

 

 

História Concisa da Revolução Russa




Autor: Richard Pipes
 
Descrição: Professor de História de Harvard e especialista em União Soviética e Leste europeu, Richard Pipes analisa os períodos imediatamente anterior e posterior à Revolução Russa, revendo o assassinato da família Romanov e a política soviética de sufocar etnias, nacionalidades e combater religiões. Resultado de anos de pesquisa do autor, este livro destaca os principais eventos que culminaram na Revolução Russa e os desdobramentos deste importante fato na história do século XX. Esta edição de bolso foi revista por Bruno Gomide, especialista em História Russa.  


Ficha Técnica:

Número de Páginas: 434
Editora: BestBolso
Idioma: Português
ISBN: 978-85-7799-090-0
Dimensões do Livro: 12 x 18 cm
 
Fonte:

(Rádio Vox) - Ouça a entrevista com a Elis Bobato sobre "A Destruição do Belo"



(Rádio Vox) - Ouça a entrevista com a Elis Bobato sobre "A Destruição do Belo"

Clique no link abaixo para acessar a entrevista:
http://radiovox.org/entrevista/elis-bobato-fala-sobre-estetica-na-arte-moderna/